Linguagem Visual

 

 
Qual o caminho que uma noite pode tomar
Se não sabemos nem o que é amar?
Em meio a tantas e tantas confusões
Eu me perco nas inúmeras ilusões.
 
E naquele mundaréu de pensamentos
Foi que eu senti um arrepio de sentimentos,
E foi quando eu percebi seu olhar sincero
Querendo dizer “Te quero”.
 
Imprimiu em mim suas cores vibrantes
Me deixando fascinado por composições tão fascinantes
Nas trocas de olhares doces e suaves
Você parecia possuir todas as chaves.
 
Dizendo em boa e alta expressão
Que em seu olhar encontrei desilusão
E quando o meu olhar foi sincero
Eu só conseguia dizer “Te quero”.
 
Os versos que não foram falados
Os beijos que não foram dados
Se resumiram apenas aos olhares trocados.
 

Enquete

O que você achou da poesia "Linguagem Visual"?

sim, quase chorei. (2)
40%

sim, me emocionei. (3)
60%

gostei. (0)
0%

achei meloso. (0)
0%

eu ri. (0)
0%

não li. (0)
0%

Total de votos: 5

Comentários:

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário